CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

DICAS PARA JOVENS JORNALISTAS, PAPAGAIOS DE PIRATA, SEGURANÇA PÚBLICA, FESTEJANDO DINHEIRO E CARNAVAL

CUIDADOS COM O TEXTO – Basicamente, em jornalismo, a notícia é completa quando, além do entendimento por parte do público, ela consegue manter uma estética agradável. Hoje, dia 03 de novembro, o programa Radar Noticioso, comandado por Alexandre Vilela, reproduziu matéria feita pela repórter Érika Ramos a respeito da visita do governador Alckmin a Pindamonhangaba. O texto tinha “cabeça” referindo “a última quarta-feira”, quando o ideal seria “ontem”. Posteriormente a repórter, tentando aparentemente ganhar tempo de edição, misturou perguntas sobre Emmanuel (o Fernandes, de São José dos Campos) com outras a respeito dos investimentos do governo estadual em nossa região. Embolou um pouco o meio de campo e foi preciso o governador esclarecer qual Emmanuel era.

CUIDADOS COM A EDIÇÃO – A mesma jovem repórter poderia ter montado a matéria como narrativa e não como entrevista, visto que o áudio de suas falas, destacadamente feito em estúdio, privilegiava sua pessoa e não a do governador, que – quando respondia – parecia estar num verdadeiro mercado de peixes. Por outro lado, a edição merecia mais cuidados, visto que a tecnologia disponibilizada pela emissora é de altíssima qualidade. As falas de Érika foram muito próximas ao microfone, provocando o incomodo “puff-puff” e com “pulos” na pontuação das falas, eliminando os espaços de respiração. Plasticamente ficou devendo.

PELA TELEVISÃO foi possível perceber que a arte de ser “papagaio de pirata” ainda não caiu de moda. Enquanto Alckmin discursava, Jair Roma, vereador à nossa Câmara Municipal e a vice-prefeita Myriam Alckmin se postavam, coincidentemente, um pouco atrás do governador, mas com “preferência” de imagem... Como estamos com o pé na porta das eleições municipais, todo tipo de recurso para “mostrar a cara” parece ser válido. Os papagaios só se esquecem de que o senso crítico do povo está mais apurado...

SEGURANÇA foi um dos itens destacados por Alckmin, cuja fala demonstrou a intenção do governador em melhorar o atendimento dos serviços policiais no Vale do Paraíba. Já está, até, muito atrasada essa decisão, pois os bandidos não escolhem mais hora, dia, local e vítima. O que render, para eles, é lucro. Muitos crimes acontecem à luz do dia e a polícia, por falta de recursos e (principalmente) melhores incentivos em forma de salários, não se encontra com as plenas condições de trabalho. O governador não pode ficar só na promessa, pois o direito à Ordem, Segurança e Justiça não pode ser ultrajado pelos marginais.

O PESSOAL DA “ARTEDUVALE” anda soltando rojões às pampas. Conseguiu uma boa ajuda financeira por parte do poder Executivo, devidamente autorizado (por unanimidade) pelos vereadores. Parece, até, que uma de suas dirigentes atua nas dependências do departamento de Cultura local. Será que, agora, o número de bonecões chega a aumentar? Da última vez que vimos o desfile dos bonecões, apenas dois estavam razoavelmente bem feitos... (Isso foi no Carnaval de 2011). Um pouco dessa tal verba foi obtido por cancelamento de verba destinada, em orçamento, às realizações do departamento de Cultura.

POR FALAR EM CARNAVAL, já começaram as inscrições para as entidades que desejam se apresentar na Avenida do Samba. Todos os detalhes podem ser obtidos no departamento de Cultura, cujo telefone é (12) 3642-1080.


Nenhum comentário:

Postar um comentário