CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

SOBRE MANGUEIRINHAS DE CHUVEIROS

Romualdo está atrasado para um compromisso.
Arruma as roupas, parte para o banhão e liga o chuveiro.
Uhhuuuu! Água fresca, já que o calor não deu tréguas ainda.
Se ensaboa todo, cantando o melhor do seu repertório de chuveiro.
De repente, e sempre precisa ser de repente para não ter graça nenhuma, a bandida da mangueirinha do chuveiro despenca daquela conexão só de encaixe sob pressão.
Água pra todos os lados e Romualdo para de cantar para recitar algum  "palavrinho", já que a mãe da sua esposa está ali na sala, esperando uma carona para ir embora.
(Na verdade Romualdo tem vontade de desfiar palavrões, mas a senhorinha é setentona e beata de recitar o terço enquanto alguém dirige)...
Romualdo termina de se enxaguar, desliga a água, abre a porta do box e toma um escorregão.
Vai tentar outro palavrão, mas engole a vontade.
Enxuga-se, se enrola na toalha e vai se vestir no quarto.
Lá do banheiro vem um grito em forma de apelo:
- Romualdo, a mangueira escapou outra vez... Vê se dá um jeito aqui... Preciso tomar meu banho"!
É a esposa, querendo ganhar tempo para chegarem a tempo ao compromisso...
- RÔ, ajuda aqui homem...
Romualdo enfia uma bermuda qualquer, sem cueca mesmo, só para atender ao SOS.
Pega na gaveta do armário da cozinha um toco de vela, de cima da geladeira a caixa de fósforos e parte para o banheiro.
Faz a gambiarra técnica mais conhecida, pelo menos no Brasil: aquece a mangueirinha, a enfia correndo na pontinha de encaixe. Faz o teste, para ver se está firme. Fracasso!
Corta o pedacinho da mangueirinha, aquece a ponta nova e enfia. Fracasso dois!
Só na terceira tentativa é que a coisa fica mais ou menos fixada.
Foi só pensar que estava resolvido e ouve outra vez o grito de socorro:
-RÔ! Escapou essa porcaria de novo! Vou me enxugar, mas vê se resolve isso duma vez. Já encheu o saco!
Em conversa com amigos, durante o compromisso ao qual foram, Romualdo fala da abençoada mangueirinha.
Aí é que descobre uma solução melhor do que acender vela, queimar as mãos e as pestanas para resolver:
Utilizar uma abraçadeirazinha plástica. Veja a foto. Basta encaixar a mangueirinha, ajustar a abraçadeirazinha com o máximo de aperto. Cortar a sobra com um estilete ou alicate de corte.
Romualdo voltou para casa com a ideia na cabeça e disse que iria tentar.
Tente você também. Romualdo é um pouco acomodado. De repente você tenha mais sucesso, antes dele.
Se der certo, comente aqui, para incentivar Romualdo.

Texto: Marcos Ivan, Canal39
Foto: Reprodução da Galeria Hellermann, fabricante das abraçadeiras.