CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

quinta-feira, 28 de julho de 2011

A ARTE DE JOGAR DINHEIRO FORA

Ainda hoje, em pleno tempo de reavaliar conceitos e buscar economizar, há quem se preocupa com a reciclagem e não dá a mínima para os cuidados com uma parte de seu rico dinheirinho.
Por isso, proponho uma reflexão matemática a respeito do Centavo de Real.

Há quem não exerce o direito de exigir o troco correto, em qualquer compra cujo total apresente, depois da vírgula, alguns centavos de real.

Daí, deixam para o caixa atendente, até três centavos, mas vamos nos basear em dois “jogados fora”.
Numa conceituada loja de rede de supermercados, todos os dias duas mil pessoas fazem compras.
Se cada uma deixar no caixa R$ 0,02, teremos no final do dia o total de R$ 40,00.
Em um mês, serão deixados para trás R$ 1.200,00. Num ano, R$ 14.400,00.

Dinheiro jogado no colo dos proprietários da loja, já que os caixas não podem ter sobras em suas gavetas e não desfrutam desse “presente” dos clientes.

Vamos calcular um pouco mais,
Nessa mesma loja, as mesmas duas mil pessoas compram, cada uma, cinco pães por dia, os quais são embalados em saquinhos de papel que pesam, cada um, 10g.
Teremos, então, 20 quilos de papel que, por lei, devem ser descontados na hora da pesagem.

Esse desconto do peso do papel chama-se “tara”. Neste caso específico, deverá constar no mostrador digital da balança de pesar pães a seguinte indicação: -10. Se estiver “zerado” o mostrador, não haverá o desconto do peso da embalagem.

Continuando o raciocínio, veremos que 20 quilos de papel, ao preço do quilo do pão na referida loja de rede, teremos: 20 x R$ 5,99 = R$ 119,80 por dia; R$ 3.594,00 ao mês; R$ 43.128,00 num ano.
Somando-se os centavos deixados no caixa com a cobrança indevida das embalagens, o total de dinheiro abandonado na loja de rede será, num ano, igual a R$ 57.528.

Grana que dá para se comprar um belo carro zero.
Agora, se essa conceituada rede de lojas tiver, por exemplo, 200 unidades e se projetarmos o cálculo sobre as mesmas, o lucro auferido num ano será correspondente a R$ 11.505.600,00, que dariam para se pagar um mês de trabalho de 18 mil e 550 funcionários com salário mensal de R$ 620,00.

Se essa rede de lojas tiver 10 vezes mais unidades, dá para se imaginar o estrondoso ganho...
Por isso, preste atenção no valor do seu dinheiro.

Mesmo porque, “jogando fora” alguns centavos, estaremos contribuindo para o aumento do custo de vida, por meio de uma inflação apoiada por nós mesmos.
Em tempo: vale a pena exigir o troco de centavos, também, nas lojas de “R$ 1,99”.
Só não vale aceitar aquelas balinhas miniaturas. Nenhum banco aceitaria depósitos contendo balinhas.

sábado, 23 de julho de 2011

DINHEIRO EXTRA, PUXÃO DE ORELHAS E LIBRAS

DIN DIN ADIANTADO – Em setembro, por força de Decreto Federal, a Previdência Social antecipa parte do 13º salário para aposentados e pensionistas.
Serão beneficiados perto de 24,6 milhões de cadastrados na Previdência e os valores serão creditados junto com folha de pagamento do mês de agosto (que tem crédito em setembro).
Essa medida coloca em circulação, na economia nacional, R$ 9 bilhões. Em sua maioria, os aposentados e pensionistas terão crédito de 50% do benefício referente ao 13º. Alguns receberão um pouco menos. São aqueles que começaram a ter direito aos benefícios depois de janeiro e os segurados que estão em auxílio-doença. Nestes casos, haverá calculo proporcional.
Há que se destacar não terem direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família.

PARA NÃO FICAR DE MÃOS ABANANDO – Funcionários da Infraero com trabalho direto junto ao público têm sido treinados para “falarem” na Linguagem Brasileira de Sinais (Libras).
Nos aeroportos de Guarulhos, Porto Alegre e Florianópolis esse serviço já funciona.
O pessoal aprende técnicas de atendimento ao deficiente, legislação sobre acessibilidade e todas as ferramentas capazes de melhorar o atendimento nos casos específicos.
Dessa maneira, os deficientes auditivos não ficarão mais de “mãos abanando” quando precisarem de alguma ajuda nesses aeroportos e os atendentes não ficarão mais “voando”, sem saber o que dizer. Ou fazer...

PUXÃO DE ORELHAS – O jornalista Alexandre Vilela, (Radar Noticioso da Rádio Metropolitana FM), deu um puxão de orelhas na assessoria de imprensa da Prefeitura de Pindamonhangaba. O responsável por esse setor da municipalidade parece não ter querido pautar uma entrevista da repórter Érika Ramos com o chefe do Executivo, prefeito João Ribeiro, a respeito da retirada das lombadas eletrônicas instaladas em diversos pontos do município.
Vilela passou grande parte do programa citando o fato e destacando a importância de uma assessoria de imprensa de qualquer empresa, instituição ou de governo.
Parece que, no dia seguinte, o Diretor José Renato Campos Rosa, chefe do assessor Odirlei, conseguiu esfriar “a ferveção” e reposicionar os conceitos. Promoveu um encontro da repórter com o secretário Ricardo Amadei, de Obras, o qual falou sobre as lombadas eletrônicas.
Amadei explicou ter vencido o prazo da concessão e que, para novo contrato, foi iniciado um processo licitatório no começo do ano. Segundo ele, é normalmente demorado e que, agora, restariam uns 45 dias para retorno das lombadas.
Enquanto isso, todo cuidado é pouco quanto a acidentes e multas, já que os “marronzinhos” deverão estar “ligados”, pelo menos nos horários de pico.
Somente depois da entrevista sobre as lombadas é que Vilela apresentou a entrevista gravada por Érika com o prefeito João Ribeiro, com o prefeito fazendo um balanço final sobre a vitória de Pindamonhangaba na edição 2011 do Jogos Regionais.

DIZEM QUE NÃO EXISTEM MAIS AS MOEDAS DE 01 CENTAVO – Na próxima postagem comento mais. Por enquanto, procurem meditar sobre o que seria de R$ 1 se não existissem os centavos...

sexta-feira, 22 de julho de 2011

MELHORANDO O CONTROLE

CARTÃO NACIONAL DE SAÚDE – A Secom, Secretaria de Comunicação da Presidência da República, informou que, a partir de 2012, pacientes do SUS – Sistema Único de Saúde, começam a ser identificados pelo Cartão Nacional de Saúde (CNS).
Com esse documento, o paciente terá seus histórico de atendimento acessível em qualquer unidade do SUS, em qualquer localidade brasileira.
Todas as instituições que realizem procedimentos ambulatoriais e hospitalares pelo SUS deverão se adequar à legislação do CNS, incluindo em seus formulários o campo específico para anotação do número deste novo documento.
Segundo as autoridades, a medida auxilia na sequência ao tratamento, restabelecimento e promoção da qualidade de vida do usuário.
Essa novidade permitirá, inclusive, pesquisas de satisfação junto aos usuários do SUS, já que deverão constar no cadastro do CNS os meios de contato com o paciente.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

FAZ BEM SABER

TESTES DE HEPATITE - Começa, em agosto, a oferta de testes rápidos para detecção das hepatites B. e C. O Sistema Único de Saúde (SUS) deverá contar com verba específica de R$ 10,6 milhões do Ministério da Saúde, para a compra de 3,6 milhões de testes.
Esses testes serão disponibilizados, inicialmente, nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) das capitais do País, para depois serem estendidos às Unidades Básicas de Saúde. 
Os testes rápidos são exames de triagem. Ou seja, o paciente que tiver o teste positivo para hepatite B ou C será encaminhado para a rede de saúde para ter seu diagnóstico concluído. Para a realização do teste é necessária apenas uma gota de sangue. 

CONCURSO - Estão abertas, até 25 de agosto, as inscrições ao Concurso Sílvio Romero de Monografias sobre Folclore e Cultura Popular edição 2011. Criado em 1959, o objetivo do prêmio é fomentar a pesquisa, estimulando a diversidade e a atualização da produção de conhecimento no País voltada para esse campo de estudos. Os prêmios, nos valores de R$ 13 mil e R$ 10 mil, serão concedidos aos autores dos trabalhos classificados em primeiro e em segundo lugares, respectivamente. O trabalho poderá ser individual ou de equipe, e cada autor só poderá concorrer com uma única monografia. Os trabalhos deverão ser entregues ao Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, na Rua do Catete, 179, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22.220-000, até as 18 horas de 25 de agosto, ou remetidos pelos Correios, sob registro, até a data indicada. O prêmio é concedido anualmente pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) (www.iphan.gov.br). (fonte: SECOM, Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República).

CARTOLINA NA ARQUIBANCADA – Um simpático “salve!” foi mostrado pelo canal SporTV, quando da transmissão ao vivo do jogo semifinal entre Uruguai e Peru. Na cartolina estava rabiscado o recadinho: “MESSI, a gente está aqui!”. Era de um torcedor uruguaio. Poderiam ter feito outra cartolina: “É isso aí, MANO! Que "pênaltis!"”.

A TROPA – Passou pelo Araretama, no último sábado. Grande parte da população correu. Logicamente para ver o bom show dessa excelente banda de reggae de nossa cidade.

FALANDO DE ARARETAMA – MC Berro & Leandrinho (lá do Bairro Quase Cidade) acabam de produzir o CD “No estilo Maloqueiro” e o explicam como sendo “Não proibidão, é forma de expressão”. Gravada e mixada nos estúdios Connection (do amigo Samuel), a bolachinha tecnológica tem sua faixa 8 como destaque: “No Araretama a firma é forte”. Berro vem da cena Hip Hop e abriu veredas no Funk quando da chegada do rapper Bambatha ao Brasil. O gringo dava toques de funk em suas interpretações, justificando o estilo como mais uma expressão da cena de rua.

AINDA DO “ARARA” – Quer saborear uma deliciosa pizza no sabor strogonoff de carne? Liga na Pizzarella. Se for numa quarta ou quinta-feira, dá para faturar a promoção de duas por uma. Serviço delivery muito bom, mas recomendo pedir logo depois das 19h. A cidade inteira já sabe da promoção. Sem fazer “merchan”: o telefone de lá é o 3642-5773.

ARLINDO CRUZ – No programa do Jô, mostrou um samba do seu novo CD. “O Bem”. Não precisa dizer mais nada sobre. Basta ouvir e entender. Um belo presente, para amigos, amigas, parentes, visitas e como lembrança em despedidas. Se eu não ganhar, vou comprar. Ouça bem “O Bem”. Basta clicar no player.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

QUESTÃO DE DENOMINAÇÃO

Algumas vezes é importante pensar, antes de criar títulos capazes de identificar locais de trabalho.
Na foto abaixo, um muro que limita um espaço utilizado por um dos muitos departamentos da Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba.
No destaque, identificação de uma das atividades desenvolvidas no local, que fica nos fundos do estádio de futebol do São Paulo F.C. de Pindamonhangaba, o "Morumbi Pindense".
Já ouvi piadas a respeito do título, zombeteiras à  Administração Municipal.

(Como diria Nina, aquela personagem da "Praça": "Nada a ver?")

SOBRE CRAQUES E GARÇONS

ERRAR É “UH!” MANO? - Há de se dar um crédito ao aproveitamento zero por cento do treinador Mano Menezes. Basta darmos uma olhada no seu portfólio de trabalhos prestados ao Corinthians Paulista. Não sou alvinegro, mas tenho respeito par com a Nação e acredito que, com um pouco mais de talento, o Menezes poderia dar razões de sobra para os corintianos festejarem seu centenário de maneira mais marcante.

Na Seleção, Mano não foi melhor. Os especialistas da crônica esportiva lamentam a substituição de Ganso, que poderia criar um lance capaz de resolver a contenda para o Brasil. Outros estabelecem algum tipo de “compromisso” do Mano Menezes junto aos “mais velhos”, como Júlio César, Lúcio, Ramires, Elano, etc. Em alguns casos, tem o fator complicador da exigência de patrocinadores...

Parece que a “nata” da Seleção não se entrosou com os “dentes-de-leite” e o fiasco foi total. Culpam o gramado, mas, para livrar “a cara” do coitado, destaque-se ter sido o mesmo para as duas equipes. Nessa, o Brasil “nadou e morreu na praia”. Pelo menos na areia.

Dizem que um garçom, quando quer danar com o dono do restaurante, começa a fazer o serviço de modo errado. Será que os batedores de pênalti não puseram, propositadamente, a cabeça do Mano na bandeja? Quatro garçons unidos, quem será vencido?

sexta-feira, 15 de julho de 2011

ASSIM É O SUCESSO

“Não existe sucesso se você não usar o coração!”.
Essa frase estava numa sobra de cartaz pregado num muro da Avenida Nove de Julho, na cidade de São Paulo, parte do trajeto feito por mim, diariamente, quando ia para o trabalho, na Rádio Capital.
Assim é que devemos começar a pensar em conquistar o sucesso.
De nada adianta termos todas as ferramentas para sermos pessoas de sucesso, se não pusermos, em tudo quanto fizermos, o próprio coração.
Só pode ser assim! Ninguém obtém sucesso sem acreditar definitivamente ser capaz de conquistar o sucesso.
A pessoa tem a obrigação de se envolver, de assumir o compromisso com aquilo que deseja conquistar!
Não pode, apenas, ficar cismada, achando não dever arriscar tudo, não dever apostar todas as suas fichas naquilo desejado.
Ficando com medo de tentar, vai ser um sofrimento maior, porque alguém pode agir mais rápido, pensar mais positivo e lhe tirar a vez de obter sucesso.
Se você está se arrastando, pensando ser melhor “dar um tempo”, é importante lembrar: “o tempo não pára...”.
Não deixe sua vontade perder as forças, ficar com as pernas capengas.
Você não tem a autoridade de só “encostar o corpo na estrada da vida”. Você é capaz de ser melhor, desde já!
Mas, preciso lhe garantir uma coisa: quem não usa o coração e não faz as coisas por amor, por vontade própria, para ter o merecimento de curtir o sucesso, não terá ajuda!
Esse tipo de comportamento, displicente, pode complicar a vida de quem pretende lhe ajudar!
Isso se comprova pela infalível sabedoria popular: “quem não faz nada, desocupa lugar para quem quer e precisa fazer!”.
Se acontecer de você apenas dedicar seu tempo em pensamentos derrotistas, sabe o que vai ser da sua vida? Um verdadeiro festival de fracassos. Você será uma pessoa fracassada, se enrolando nas minhocas jogadas em sua mente, por sua própria vontade.
Para alcançar o sucesso, é preciso pensar sucesso, respirar sucesso, cantar sucesso, escrever sucesso, vestir a camisa do sucesso, beijar com sucesso, respeitar o sucesso.
Viver vinte e seis horas por dia enfiando sucesso na mente e nos projetos de vida.
É importante amar o sucesso.
Ter fé na ocorrência real e consistente do sucesso.
Sentir-se imã de atrair sucesso; ser capaz de conviver, humildemente, com o sucesso.
Atravessar os dias, de todos os meses do ano, desfrutando as vantagens do sucesso lindamente conquistado com esforço próprio e de modo leal, mesmo dentro de uma disputa por espaços.
Quando chegar o final de cada ano, viver os momentos de festas de um modo gostoso, sadio, repleto de bons momentos, possíveis de serem divididos com as demais pessoas para esses bons momentos se valorizarem e constituírem páginas bonitas de sua história.
(Trecho do meu livro "Você é Capaz", em fase de elaboração para apresentação a uma editora)

VOCÊ É CAPAZ

No post anterior abordei meus tempos de Rádio Capital e citei o quadro carro chefe do programa "Show da Capital", o "Você é Capaz".
Eu escrevia os textos desse quadro como última atividade de produção do programa, que totalizava diversas laudas diárias. Todo o roteiro do programa era escrito, para a competente interpretação de Cursino.
Ele, inclusive, se sentia bastante à vontade para "caquear"(na linguagem de radialista significa inserir comentários, enriquecer o texto produzido sem fugir da temática).
Num desses programas, contamos como era simples fazer o "Show da Capital", programa ouvido por milhares de pessoas, em todos os recantos de alcance da Rádi Capital AM1040-SP.
Para a apreciação de quem me brinda com sua presença neste Dysso & Dakylo, deixo o áudio original, extraído da central de arquivos da emissora na qual trabalhamos em equipe durante 3 anos e meio.
Permita-me, Sérgio Cursino, mostrar "um tequinho" do nosso trabalho.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

NA RÁDIO CAPITAL

Num daqueles momentos, quando  muito sofremos com a queda do pão voltado com a manteiga para baixo, recebi um telefonema do comunicador Sérgio Cursino, o qual me chamava para conversar com o diretor artístico da Rádio Capital. Eu precisava de um novo emprego e o mesmo aconteceu, no dia seguinte à entrevista, quando a Rádio Capital ainda funcionava na mansão da Avenida Nove de Julho, em São Paulo.
Durante três anos e meio produzi e dirigi o "Show da Capital, que Sérgio apresentava magnificamente.
Dos quadros apresentados, o carro chefe era o "Você é Capaz", abordando temas sobre autoajuda.
Num belo dia, decidi montar um roteiro para o Sergio falar sobre como era simples nosso programa, mesmo muitas vezes batendo o concorrente da Globo, na tábua do IBOPE.
Aproveito para cumprimentar o talentoso Cursino, por estar, segundo informações, dirigindo a Antena 1 FM, de São Paulo.

OUVINDO RÁDIO

De profissão e de lazer, gosto de ouvir rádio.
Desde os tempos em que não exisitiam as rádios éfeeme.
Aprendi muito com os talentosos profissionais da época em  que comecei: Percy Lacerda, Jota Marcondes, Santos Cursino. Na querida Rede Difusora.
Acima de tudo aprendi a ver, pelas ondas do rádio, como esse veículo toca as pessoas.
Neste post comento algumas coisas sobre o rádio de agora.

PROGRAMA PERFIL - do jornalista Marcelo Santos, pela Princesa FM, tem espaço consagrado, às quartas-feiras, para o presidente da edilidade pindamonhagabense, vereador Ricardo Piorino.

SUGESTÃO - Piorino, falando ao apresentador do programa, deixou bastante clara sua intenção de ver transformado o plano de rebaixamento da via férrea em túneis transversais à mesma. Segundo o político, seria um trabalho mais rápido e muito viável, acabando com os bloqueios da passagem sobre os trilhos quando os trens cargueiros estão parados no meio da cidade. Particularmente acredito que o rebaixamento ainda está um pouco distante da nossa realidade. Quanto aos túneis, em passado não muito remoto, um vereador sugeria que se construíssem "viadutos subterrâneos"...

ALVIVERDES ESTREMECIDOS? - Ainda no mesmo programa, o palmeirense Ricardo Piorino disse estar magoado com outro torcedor alviverde, o secretário de Desenvolvimento Economico Álvaro Staut Neto. O vereador pediu que o secretário não mais mande "recadinhos" por terceiros.Vamos torcer para que tudo fique sob o alvo pano da pacificação. Afinal, Piorino disse que tinha grande consideração pelo secretário, antes dos recados começarem...

"VENHA NOS VISITAR" - É uma das frases mais comuns de se ouvir nos spots comerciais das emissoras locais. O anunciante precisa atentar para isso, pois não é ele quem faz o anúncio. É a emissora. Por isso, ninguém compra telhas ou calçados ou qualquer outro produto nos estúdios de qualquer rádio...

CONCORRÊNCIA - Também é comum a veiculação de dois anúncios de produtos ou empresas concorrentes, no mesmo break, sem espaçamento entre ambos. Com a utilização da tecnologia, isso fica muito mais fácil do que antigamente, quando era tudo "na unha".

SYLVIO SANZONE - Diretor da Metropolitana, se diverte  muito com o programa "Primeiras Notícias", todas as madrugadas, das 5h às 6h30. Em sua companhia, quase sempre, Lúcio Varejão e o Coronel, dono de uma fábrica de uniformes. Notícias,  informação, piadas e comentáros atuais e bem fundamentados fazem a pauta do programa. Vale curtir.

RADAR - Noticioso, apresentado por Alexandre Vilela, também na Metropolitana, dá mais velocidade às notícias e abrange de Taubaté até o Vale Histórico. Boa equipe de jovens repórteres, que fazem escola prática numa conceituada empresa de rádio. Sugestão: "Hora do esporte" poderia ser "Radar Esportivo". Alexandre começa o programa às 6h30, contando com a participação de Nina de Paula.

VOAR!



Algumas vezes, na vida de qualquer pessoa, parece que o Tempo dispara ou apenas estanca.
É nesse  instante da vida que precisamos entender sobre o Tempo de Deus e o tempo dos humanos.
Montei esse video com fotos que captei num outono de Campos do Jordão.

terça-feira, 12 de julho de 2011

RECOMEÇO

Antes de postar material virtual, eu escrevia Dysso & Dakylo para o Jornal da Cidade, o jornal do Zé Antonio, que recentemente fez sua passagem para o plano transcendental.
Depois do JC, colaborei com o site http://www.valenews.com.br/ (sucessor do Plugados na Balada) e pertencente aos irmãos Saulo e Kauê, com os quais pude conviver profissionalmente durante algum tempo.
Agora, na rede mundial de computadores, procurarei desenvolver um trabalho também bastante diversificado, como o próprio nome do blog abrange.

SUCESSO - A festa de 50 anos de vida do casal Sônia e Sérgio (Sktech) foi um arraso. O pessoal do Palles Buffet (www.pallesbuffet.com.br) deu um show de bom atendimento e excelente bom gosto. A galera convidada não deixou por menos e agitou o tempo todo, ao som agradável e bem tratado da Multi Band Show, um grupo musical com sede em Pindamonhangaba e com reconhecimento em muitas praças que não a nossa, como Cunha (reveillons e festas sociais), Campos do Jordão, Taubaté. Triplo parabéns! Ao casal aniversariante, ao Palles Buffet e - em especial - à Multi Band Show, dirigida pelo Alan Jr.

FEIRA DA APAE - Alan Jr até já adianta uma boa notícia: em agosto, dia 12, a Multi Band Show faz a trilha sonora na Feira da APAE, que mais uma vez acontece no Recinto de Exposições do Sindicato Rural.

FRASE DE FILME DE TV - Essa é para pensar ou, como diria meu saudoso mestre matemático João Martins de Almeida, "é para cranear": "É fácil machucar as pessoas". Do personagem de Steve Seagal no filme "Difícil de matar". Há pessoas que passam a vida toda machucando pessoas. Com palavras, descaso, agressões e esquecimento. Depois, quando não há mais tempo de refazer o caminho, sentem-se estupidamente autoflageladas emocionalmente. Vale pensar.

WALTER LEME - Jornalista, escritor, trovador, membro da Academia Pindamonhangabense de Letras e um verdadeiro amigo, anda todo feliz da vida. Duas de suas muitas apresentações no Festival de Marchinhas de Ubatuba foram postadas no Youtube, pela Fundart, promotora do evento. Acesse o site, digite Walter Leme e curta "Marcha do Chifrudo" e "Marcha da Pizza".

MAPA CULTURAL - Consegui classificação de uma das tres fotos inscritas por mim na fase municipal do Mapa Cultural Paulista 2011/2012, coordenada pelo Departamento de Cultura de Pindamonhangaba. Agora vou concorrer na fase regional, representando a cidade. A foto selecionada tem o título "Umbanda - Festa de Iemanjá" e está reproduzida abaixo. Que Oxalá nos contemple.

Umbanda - Festa de Iemanjá

Essa festa aconteceu em dezembro de 2010, no Recanto de Mamãe Oxum, estrada do Ribeirão Grande, sob a orientação do sacerdote umbandista  Pai Nenê D'Ogum.