CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

PINDA DISCUTE MOBILIDADE URBANA - SUA VEZ DE FALAR É AGORA!

O Plano de Mobilidade Urbana de Pindamonhangaba está em discussão.
Segundo o engenheiro e secretário de Planejamento da Prefeitura de Pinda, Jorge Samahá, um dos três principais focos é dar prioridade aos pedestres.

Em assim sendo, está na hora de o cidadão comum, muitas vezes portador de necessidades especiais, exercer seu direito de falar, discutir positivamente e reivindicar essa prioridade.

Desde há algum tempo, fruto de lei estabelecida na administração passada, o procedimento de alguns bares e restaurantes da cidade tem extrapolado limites e igonorado o direito de ir e vir dos pedestres, obrigando-os a se exporem ao risco de acidentes por não disporem de espaço nas calçadas onde esses estabelecimentos funcionam.

A "Lei Davi", como foi batizado o referido instrumento legal, contemplava claramente um estabelecimento existente no Largo do Quartel, o qual abusa dos supostos direitos e ocupa não só seu espaço lindeiro (fronteiriço às dimensões da fachada do imóvel comercial, mas do outro lado da rua) como também obstrui a passagem dos pedestres na calçada do lado do boteco.

Nesta foto, referente ao estabelecimento do Largo do Quartel, é possível notar que a calçada fica obstruída, parcialmente com aparadores instalados na parede. À noite, colocam-se cadeiras e os clientes se ocupam das mesmas, impedindo o livre trânsito, com segurança, dos pedestres. (Foto: Marcos Ivan)
Outros comerciantes pegaram carona no estabelecido pela Lei, com interpretações pessoais, e se servem da mesma como bem entendem. Colocam cadeiras e mesas sobre as calçadas e os pedestres que se virem, sendo obrigados a descer para o leito carroçável. Mesmo aqueles que têm limitações e se utilizam de bengalas, muletas ou cadeiras de rodas.

Vamos torcer para que o bom senso prevaleça, e seja exercido, para a correção deste problema.

Calçadas parecendo pistas de obstáculos também precisam ser avaliadas e merecem propostas corretivas.

Uma delas, a do estacionamento do supermercado Pão de Açúcar, por exemplo, está precisando de urgentes reparos e modificações, pois as árvores ocupam o maior espaço que deveria ser dos pedestres.

Particpe dessas discussões.

Veja em www.pindamonhangaba.sp.gov.br os locais e dias de reuniões e audiências públicas.

(Marcos Ivan de Carvalho, MTb 36001\\\\\\\\\\\\\\0

Nenhum comentário:

Postar um comentário