CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

DESLIZES DE JOVENS REPÓRTERES, DICAS, PERGUNTAR OFENDE, TEMPOS DE RÁDIO CAPITAL, IEMANJÁ E TALENTOS DA MATURIDADE

DESLIZES DA INICIAÇÃO – Destaco aqui, a título de incentivo à pesquisa e mais laboratórios de redação, dois pequenos deslizes cometidos por jovens repórteres da nossa região. O primeiro: a apresentadora do jornal da TV Novo Tempo (antiga TV Setorial), anunciou matéria a respeito da obrigatoriedade do ponto eletrônico para empresas com mais de dez funcionários. Na chamada, a jovem, de nome Flávia, referiu-se à “adiação” do prazo. No Dicionário Aulete via internet, de acordo com a nova ortografia, inclusive, não existe esse termo. Para conferir: http://aulete.uol.com.br/site.php?mdl=aulete_digital. Aliás, recomendo salvarem esse site em seus favoritos. Outra "topada” de iniciante: o repórter Rafael Ramos, da excelente equipe de jornalistas da Metropolitana FM Taubaté, deu uma nota onde citava “uma jovem motoboy”. O certo seria uma moto girl... Porém, isso tudo é relevante quando se percebe o interesse em acertar.

UMA DICA LITERÁRIA, que contribui muito para o melhor esclarecimento dos jovens jornalistas. Leiam “Perguntar ofende!”. Vejam a sinopse de lançamento desse trabalho: “Neste livro, o jornalista José Nello Marques vai fundo no ataque às perguntas cretinas que povoam os noticiários. O sujeito sobreviveu a um terrível acidente, do qual nenhum outro membro da família escapou? Lá vem o repórter: "Como o senhor está se sentindo"?
Não importa a situação, sempre estão lá os repórteres para cobrir os fatos, e com eles, suas perguntas descabidas. Perguntas que ele acompanhou ao longo de seus mais de 30 anos de experiência em diversos veículos de comunicação e que, infelizmente, são tão verídicas quanto costumeiras. O livro "Perguntar Ofende!”é divertido e informativo".
ISSO ME FAZ LEMBRAR a pergunta do repórter (não iniciante) Ari Peixoto (Globo), a um treinador do Flamengo, após uma vitória “no sufoco” do rubro negro da Gávea. Peixoto brecou o treinador com uma das mãos e despejou a pergunta: “Como está seu coração, após esse resultado”. O “professor” foi objetivo na resposta; “Está batendo. Do contrário, não estaria falando contigo!”. Desceu, ato contínuo, para os vestiários...
UM AMIGO MEU, para o qual eu produzia um programa na Rádio Capital AM1040-SP, perguntou a uma jovem que o visitou, nos estúdios da emissora, e lhe ofertou uma peça de artesanato bastante colorida: “Como você escolhe as cores?”. A jovem respondeu ser a tia quem selecionava a sequencia de cores, pois não dispunha do sentido da visão. Tentando minimizar “o mico”, o comunicador rebateu: “Ah, sim. O que importa é ver com os olhos do coração!”. A artesã sorriu e arrematou: “Sem querer ser divertida, sofro de arritmia também”. Todos, no estúdio, ficaram com cara de paisagem...
“FESTA DE IEMANJÁ” EM UBATUBA – No mês de novembro acontece a seletiva regional dos trabalhos inscritos no Mapa Cultural Paulista. Minha foto “Umbanda – Festa de Iemanjá”, estará exposta na fase regional de Artes Visuais – fotografia. Veja como ficou linda essa imagem captada a uma distancia de 50m mais ou menos.

TAMBÉM PARTICIPO DOS TALENTOS DA MATURIDADE, com uma foto e um conto. Quem desejar, pode votar nos meus trabalhos acessando o site http://www.talentosdamaturidade.com.br/ e buscando: Prostração, na modalidade foto, e "Mariana queria sonhar com fadas", na modalidade conto.
Peço licença para exibir, aqui, a foto participante do certame:

Nenhum comentário:

Postar um comentário