CLIQUE E OUÇA RADIO CANAL39

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ALEXANDRE CUNHA, BANDA E ARTHUR MAIA PRESENTEIAM PÚBLICO COM REPERTÓRIO INSTRUMENTAL

MENOS DE 40 PESSOAS – Público presente à Oficina de Música (leia-se SHOW) proporcionada por Alexandre Cunha e Banda com a participação especial de Arthur Maia. O auditório da Cootepi comporta, segundo informação oficial, 300 espectadores. Cunha comentou, com positivismo, a quantidade de pessoas: “Importa a qualidade”...

POUCO CASO OU ESQUECIMENTO? – Nenhum representante das autoridades constituídas da cidade, muito menos da empresa patrocinadora, a Gerdau, fez-se presente à oficina de Alexandre Cunha. O baterista, juntamente com o baixista Arthur Maia, compõe o elenco de grandes expressões internacionais da nossa música instrumental. Lamentável, pois os caras são sempre bem recepcionados, por autoridades, em sua trajetória artística. Afinal, não é todo dia que nossa cidade pode se dar ao luxo de ouvir música de muito boa qualidade, executada por artistas internacionais.

UM DOS ASSISTENTES DE PRODUÇÃO queria saber, antes do início da Oficina de Música, se havia alguém dos patrocinadores, dos organizadores, do Departamento de Cultura ou o dono da idéia que deu origem ao evento de domingo passado (11/09) na Cootepi. Conseguimos localizar a jovem que estavam na bilheteria entregando as cortesias (o evento era gratuito). Essa jovem indicou o Sr. Ricardo, responsável pelo teatro. Além dele, pelo Departamento de Cultura, apenas uma funcionária estava escalada para o local. Por ser um evento CULTURAL, merecia a presença da Diretora de Cultura. Esquecimento ou pouco caso?

A IMPRENSA NÃO COBRIU DA FORMA MERECIDA – Apenas o fotógrafo Akin, que captura imagens para o Pindavale/Agoravale e, simultaneamente, para a Tribuna do Norte, esteve presente. Vale News, Portal R3, Vale Flash e demais veículos da imprensa local não documentaram o evento.
Perderam a grande chance de obter ótimos clipes musicais para seus veículos. Como contam, alguns deles, com o apoio da municipalidade (via agência Página), poderiam ser solicitados a cobrir. Mas, mesmo o pessoal da Comunicação da Prefeitura não deu as caras...

NEM MESMO UMA MOSCA se fez ouvir no tetro, durante o espetáculo de Alexandre Cunha, Arthur Maia e banda. Os músicos fizeram questão de destacar da audiência fiel e educada dos presentes. “Esse comportamento do público é que nos dá muita alegria”, destacou Alexandre. Em alguns momentos houve total interação, quando os músicos incentivavam para que os presentes fizessem acompanhamento das músicas batendo palmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário